Sexta, 01 de Março de 2024
26°C 31°C
Maceió, AL
Publicidade

Após furto, estátua de Carlos Drummond tem óculos recolocados

É a décima quarta vez que a peça de bronze é reposta 

10/10/2022 às 18h35 Atualizada em 10/10/2022 às 18h38
Por: Colaboração para o Jornal Online Alagoas Fonte: Agência Brasil
Compartilhe:
© Fernando Frazão/Agência Brasil
© Fernando Frazão/Agência Brasil

A estátua do poeta Carlos Drummond de Andrade, em Copacabana, está de óculos novos. A prefeitura do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria Municipal de Conservação recuperou mais uma vez o monumento, que teve a peça furtada no final de abril . Esta é, segundo a secretaria, a 14º vez que os óculos são repostos. 

Os óculos foram recolocados na última sexta-feira (7). A prefeitura informou ainda que, além de recolocar os óculos, feitos em bronze, a equipe da Gerência de Monumentos e Chafarizes, vinculada à Conservação, instalou uma nova placa de identificação, na qual se lê o nome do poeta e o ano de inauguração da estátua. Drummond é também um dos monumentos da cidade monitorados por câmeras, a fim de evitar furtos e depredações.

Localizada na Avenida Atlântica, em frente à Avenida Rainha Elizabeth, em Copacabana, a estátua de Carlos Drummond de Andrade foi instalada em 2002, em comemoração ao centenário do poeta. Confeccionada por Leo Santana, é inspirada em uma foto tirada no mesmo local pelo fotógrafo Rogério Reis. O escritor está sentado em um banco, de frente para o calçadão. No banco está inscrito um verso de seu poemaMas viveremos: No mar estava escrita uma cidade. O local é atualmente um dos importantes pontos turísticos da orla carioca. 

Estátua de Carlos Drummond de Andrade no calçadão de Copacabana tem óculos recolocados após serem roubados. -Fernando Frazão/Agência Brasil
Estátua de Carlos Drummond de Andrade no calçadão de Copacabana tem óculos recolocados após serem roubados. -Fernando Frazão/Agência Brasil

Nesta segunda-feira, foram raros os momento que Drummond ficou sozinho, sempre tinha alguém perto para sentar no banco, compartilhar a vista com ele e tirar uma foto. A professora Jane Pereira, de São Paulo, foi uma das turistas que fizeram questão de homenagear o poeta. 

"Para mim é uma emoção estar aqui diante da estátua dele. É algo importante para mim", disse, após tirar uma série de fotos ao lado da estátua. Quando soube dos vários furtos, ela ficou impressionada. "Fico bem triste com isso de as pessoas danificarem os monumentos públicos. A estátua é algo que está ai para prestigiarmos. Não se deve fazer isso, é algo que está aí para as gerações futuras, tem toda uma história que devemos preservar". 

Turistas tiram foto com estátua do poeta Drummond no calçadão de Copacabana -Fernando Frazão/Agência Brasil
Turistas tiram foto com estátua do poeta Drummond no calçadão de Copacabana -Fernando Frazão/Agência Brasil

Carlos Drummond de Andrade viveu entre 1902 e 1987 e é considerado um dos maiores nomes da poesia brasileira. Mineiro, nasceu em Itabira de Mato Dentro e viveu no Rio de Janeiro, entre os anos 1934 e 1987. O seu estilo poético era permeado por traços de ironia, observações do cotidiano, de pessimismo diante da vida e de humor. Um dos poemas mais famosos éNo Meio do Caminho.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Maceió, AL
34°
Parcialmente nublado

Mín. 26° Máx. 31°

42° Sensação
5.14km/h Vento
59% Umidade
36% (0.43mm) Chance de chuva
05h26 Nascer do sol
05h43 Pôr do sol
Sáb 31° 26°
Dom 31° 26°
Seg 30° 26°
Ter 30° 26°
Qua 29° 26°
Atualizado às 13h09
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 4,95 -0,40%
Euro
R$ 5,36 -0,13%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,48%
Bitcoin
R$ 325,114,04 +1,22%
Ibovespa
129,360,09 pts 0.26%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Anúncio
Mais lidas
Publicidade