Terça, 07 de Fevereiro de 2023
22°C 28°C
Maceió, AL
Publicidade

Após dois anos de pandemia, 27ª Parada do Orgulho LGBTI ocorre no Rio

Passeata na Praia de Copacabana tem como tema Coragem pra ser feliz

27/11/2022 às 12h25 Atualizada em 27/11/2022 às 18h08
Por: Colaboração para o Jornal Online Alagoas Fonte: Agência Brasil
Compartilhe:
© Marcello Camargo/Arquivo/Agência Brasil
© Marcello Camargo/Arquivo/Agência Brasil

Após dois anos ocorrendo virtualmente, devido à pandemia da covid-19, a 27ª Parada do Orgulho LGBTI+ Rio ocorre hoje (27), na Praia de Copacabana, com o tema Coragem pra ser feliz. O evento tem atividades desde as 11h na pista da orla no Posto 5 da Avenida Atlântica. O desfile está previsto para começar às 14h com percurso pela orla até a Rua Rodolfo Dantas. 

Organizada pela ONG Grupo Arco-Íris, a Parada do Orgulho LGBTI+ Rio 2022 conta com dez trios elétricos e com alas temáticas que reforçam a importância da preservação da Amazônia e do meio ambiente e homenagem às vítimas da covid-19. 

Segundo os organizadores, a marcha reúne diferentes grupos discriminados, como pessoas LGBTI+, negras, mulheres, povos originários, entre outros, com o objetivo de reforçar a luta por um Brasil igualitário. 

“Esta é a parada do renascimento após um período de dor e perdas em razão da covid-19 e especialmente pelo aumento do discurso de ódio em parte da sociedade contra nossa comunidade LGBTI+ e do nosso renascimento como cidadãos de direitos”, disse Cláudio Nascimento, presidente do Grupo Arco-Íris e coordenador geral da Parada do Orgulho LGBTI+ Rio 2022. 

“Sabemos que retomar o caminho para o respeito às nossas identidades exigirá coragem para romper com os últimos anos de conservadorismo e com a tentativa de fazer o ódio imperar. Somos sempre pelo afeto e pelo diálogo. Porque, no final, o amor venceu e sempre vencerá”, acrescentou Nascimento. 

Para demarcar as reivindicações da comunidade LGBTI+ será divulgada a Carta Por Um Brasil sem LGBTIfobia, endereçada ao presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva, com propostas de políticas públicas nos campos da segurança, saúde, educação, trabalho e renda, cultura, esporte e lazer, turismo, assistência social e direitos humanos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários